Neofilia

Eu me afogo em absurdos. Estar absurdado é o meu estado de graça porque são os absurdos que me alimentam. Cada absurdo é um novo mundo de perspectivas e descobertas. E pouco a pouco vou sabendo o quanto não sei, a ignorância me revolve e me absurda ainda mais. A cada novo espanto eu ganho mais vida, eu gosto mais da vida, eu passo a querer intensamente a vida e gasto a vida. No absurdo eu encontro a dúvida, que hoje já me é mais cara que a certeza. Amadurecer é se livrar de pretensões e é na liberdade onde me encontro muito mais.

Anúncios
Padrão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s