Mágoa de estimação

tumblr_n3sk79yghV1qfhbsvo1_1280Estamos vivendo em tempos difíceis. Por todos os aspectos, esses são tempos difíceis. O Congresso mais conservador dos últimos anos, a classe média reacionária, a gourmetização do cafézinho, o preço da cerveja, o pau de selfie, a selfie… acho tudo isso cansativo e tudo isso é muito difícil. Mas dentre as maiores dificuldades encontradas nesse cenário caótico, está a negação a mágoa. Gente, se liga, guardar mágoa é lindo. Não compre cachorros ou gatos, é escroto. Não invente de ter aquário em casa, dá muito trabalho. Cultive suas mágoas que a vantagem é bem maior. Vou listar.

Eu acho que cultivar uma mágoa faz da gente mais humano. Se não fossem pelas mágoas que cultivo, jamais entenderia um álbum da Simone e nem de nenhuma outra cantora de MPB. Se não fossem as mágoas, não teria aprendido a gostar de samba e nem de Gonzaguinha. A mágoa tem o poder de nos unir e isso não pode ser esquecido. Sem essa de que todo mundo dá volta por cima com beijinho no ombro e coisas do tipo, vamos assumir o rancor e cultivá-lo.

Quem cultiva mágoa cresce junto com ela. Mas não pode ser um rancor mesquinho, que isso te puxa pra baixo e causa câncer. Falo da mágoa bem estruturado, de porquês bem definidos e argumentos eficazes. Mágoa que a gente dá jeito com volta por cima, que espera o momento certo para se sentir vingada, rancores edificantes, esses sim, verdadeiros diamantes.

O rancor tem o incrível poder de nos ensinar a ser menos mimados, e por isso, também menos melindrosos. Quem aprendeu a guardar um rancor bem guardado não te enche o saco com lamentação, não vai te cobrar coisas pequenas que dizem respeito à sua individualidade. Portanto, afirmo também que o rancor nos faz mais autônomos. Quem tem lá a sua coleção de rancores, sabe interromper ciclos viciosos e não vai entrar pela milésima vez numa relação amorosa que todo mundo vê que vai ser fodida, porque não quer novos rancores lhe abarrotando o peito.

Por fim, o rancor nos leva a um conhecimento mais íntimo e profundo de nós mesmos. Rancor é lindo e está aí para facilitar nossas relações interpessoais. É um investimento a longo prazo, claro. De mágoa em mágoa a gente faz um rancor lindo.

– Mas desfaça-se dele a cada roda de samba, a cada descida até o chão na hora do funk. Antídoto de rancor é sempre catarse.

Anúncios
Padrão

2 comentários sobre “Mágoa de estimação

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s