Dominó

Teu querer é sazonal e eu não sei lidar com inconstância. Sou de tudo que é inteiro, enquanto a intermitência só deixa rastros e restos. Sou de constâncias e não sei lidar com incoerência, não somente por inabilidade, mas também por impaciência. Tuas ausências semearam em mim a má vontade de me adequar aos teus critérios e surpreender tuas esperanças, uma preguiça que precede qualquer tentativa e não é por dureza nem orgulho — o meu ego já foi lavado de vaidades pelas desandanças — é por incapacidade de esquecer abortos. Restou-nos apenas o atrito e um passado de memórias inventadas.

Anúncios
Padrão

5 comentários sobre “Dominó

  1. Marcelo Rezende disse:

    Pois deixe eu te dizer que por essas semanas eu tenho vivido exatamente isso, sabe? Gente indecisa, pela metade, que sabe, mas não aceita o que quer. E isso é devastador porque, além de trazer um desconforto de convívio pra ambos, balança a certeza que a gente constrói com tanto esforço.

    Beijo, Darlan.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s