Resgate Nº 1

Eram quatro as marcas do ombro direito, num roxo intenso e vívido. Teus fluidos ainda pareciam estar em mim, junto das marcas, do cheiro, do peso da tua carne desejando a minha carne. Teu sorriso ainda parece estar no meu sorriso. Seus clamorosos sussurros permissivos ainda soam em meus ouvidos com nitidez. Minha mente não se cansa de passar pelas minhas pupilas a sua figura que, ali entregue, sorriso frouxo e olhos apertados, ficava ainda mais bela e excitante. Morei em você na infinidade de uma noite como se resgatasse parte de mim.

Anúncios
Padrão

9 comentários sobre “Resgate Nº 1

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s