Fudeu!

Não por nenhum sadismo, mas pela falta de qualquer outro caminho. Cocei, enfim aquilo seria a prova real da cicatrização da antiga ferida. Cutuquei involuntariamente no incômodo. Não tive culpa, não era só eu, primeira pessoa do singular. Encostei e senti a pele se rasgando sem nenhuma violência ou pressa, prolongando cada sensação de dor. Sangue vermelho vívido pulsava insanamente em todas as veias e saltava da pele rasgada, manchando os dias que estavam por vir.

Anúncios
Padrão

6 comentários sobre “Fudeu!

  1. Marcelo Rezende disse:

    A coisa mais gostosa é cutucar a ferida.
    Talvez eu pareça sádico, mas, para mim, só se cresce depois de sangrar bem. O estanque deve ser natural, nada forçado.

    Ps. Amei o novo visual daqui.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s