Vendeta

Eu poderia desejar a morte, querer ver-te em sangue. Mas não seria capaz de vingança tão infantil, desejo tão clichê. Poderia também desejar feridas, eterna decepção amorosa, infelicidade e tormento. Mas não o farei. Desejo-te, verdadeiramente, muito desenvolvimento intelectual e espiritual, para que num dia qualquer de mar calmo uma epifania te atinja impiedosamente, e assim você enxergue sem ilusões o quão medíocre és. É minha vingança, é tudo que te desejo: descubra-te.

Anúncios
Padrão

4 comentários sobre “Vendeta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s