Quinze pra meio-dia

Hoje acordei já com sol quase a pino, uma sensação estranha de quem vê seu mundo desabando sem entender o porquê ou como. Não entender sempre foi um dos meus grandes medos, me deixa perdido, longe de mim. O espelho me encara de maneira medonha, reparo nos meus traços, nas marcas do meu rosto inchado pelo sono recém despertado. Os pesadelos ainda parecem estar acontecendo na minha mente confusa: pus, sangue, dentes, tumor, doença. Afasto de mim tudo isso que é sujo, tive medo de repente. Nessas horas a gente sempre encontra nossa fé, mesmo que a maior parte do tempo ela esteja guardada em algum canto esquecido do ser. Peço ao meu orixá proteção e sabedoria, saúde e paz, agradeço por estar vivo e em seguida me benzo num gesto que acontece quase automaticamente, como um reflexo involuntário após uma oração. O tormento começa a se amenizar. Telefone que toca me tira do estado semi-onírico, informações demais do outro lado da linha, não guardei quase nenhuma, pediram pra dar algum recado, não sei qual é o recado, preciso de um tempo para raciocinar. De novo em frente ao espelho, agora a barba grande me incomoda. Com ajuda da máquina vou me desfazendo desses pelos negros e ruivos que emolduravam o rosto de semblante sereno. Deixo somente grandes costeletas que invadem as maçãs do rosto como seta pontiaguda. Elas soam anacrônicas na contemporaneidade, talvez cafonas, quem sabe, arcaicas. Talvez como eu. É verdade que carrego uma saudade setentista em mim, algo que nunca vivi. Com a cara assim fechada, encarando seriamente o espelho, as costeletas parecem agressivas, são imponentes. Sair todo de preto nesse calor pode ser loucura, mas foda-se, hoje o que me cabe é somente isso. Preciso encarar o dia, já se foi metade dele e ainda é preciso fazer valer a pena. A barba fica no chão do quarto, quisera eu que ali caídas ficassem as mágoas.

Anúncios
Padrão

3 comentários sobre “Quinze pra meio-dia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s