Sem meio

Ballons_happines

Você foi a melhor coisa que quase me aconteceu. Chegou tão rápido e com mil encantos, dizendo as palavras que sempre desejei ouvir, inflando meu ego e acelerando o coração que não me contive. Respondi com palavras ainda mais doces desejando boas-vindas, expondo a felicidade e comoção que me causava. Foi quando repentinamente me disse tchau. Fiquei a ver navios. Disse-me que um dia viria alguém que não precisasse partir assim tão rápido, e então a felicidade não seria efêmera, nem as lembranças doloridas. Lembro muito bem das suas palavras sinceras desejando-me tudo de bom e seguindo sem olhar pra trás, com a precisão de quem sabe o que faz.  Lembro sempre de ti, e sem pesar algum por isso; a lembrança vem como parte de minha fé, minha esperança no que é possível. Hoje o tempo passa vagarosamente esculpindo em mim marcas de solidão… Eu não vou ficar aqui parado observando o movimento dos ventos, partir está tão necessário quanto respirar. Desculpa por não cumprir a promessa que nunca fiz de te esperar, tenho certeza que um dia a gente se esbarra por aí de algum modo bem alegre e vamos sussurrar disfarçadamente um ao outro que a melhor forma de vingar o amor desacontecido é estar bem, ser feliz.

Anúncios
Padrão

2 comentários sobre “Sem meio

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s