Último Capítulo

É com a mistura de estranha e certa felicidade que reconheço que sempre volto e sempre voltarei para ti. Nem é por querer, é por necessidade que sempre me verei preso em tuas teias. Porque tu és minha poesia, talvez a minha maior inspiração. Não a única, porque a vida é muito grande e há muitas pessoas especiais com quem cruzamos caminho, conhecemos e vez ou outra nos inspiram e tornam-se merecedoras de nossas palavras, sejam as palavras faladas diretas ou as escritas oblíquas. Mas, na minha poesia, és tu a minha musa mais expressiva, os meus versos mais intensos, as dores mais doloridas e as alegrias mais irradiantes. Pois foi em ti que descobri a própria poesia, com toda tua métrica, tua rima, teus encantos e teu veneno. — Se é que existe diferença entre o encanto e o veneno. — Outra coisa que eu gostaria de dizer é que, apesar de já ter escrito pensando em ti incontáveis vezes, é sempre caminho desconhecido dedicar palavras à tua intenção. É como se cada vez fosse a primeira, um pulsar de inspiração, uma virgindade de idéias. E fico assim, sem saber se estou no início ou no meio. E nunca, nunca consigo dar um fim.

Deixemos o passado para vivermos nossos distintos presentes, mas sem esquecer que ele existe. Que sejamos cada vez maiores, mais felizes, mais amores, mais risos… que seja pra sempre.

———————————————

Um Dedo de Prosa

O porquê do recesso: eu preciso me livrar de uma história. História real. História minha. Só que tenho certo receio em escrevê-la. Mas estou me preparando para isso, é quase um ritual.

Preciso de um dia isolado, cara limpa e coragem pra ressuscitar algumas lembranças. Reavivar fantasmas e cutucar feridas até jorrarem sangue no teto.

Dei um tempo pra descansar também, não só por isso… precisava me reciclar, ficar à toa de verdade e fiz isso muito bem. Hahaha! Foi o que eu mais fiz nessas férias, ficar à toa.

Essa coisa de escrever é muito estranha… parece que o corpo se habitua, vicia naquilo. E por isso me dei férias daqui, mas hoje estou de volta! 🙂 A tal história ainda não escrevi, mas também não me incomoda mais. Eu estou feliz! Este mês o blog comemora um ano, e no dia exato farei um post aqui em edição extraordinária. As férias foram boas, duradouras e deu pra descansar bem… Desculpem minha ausência no blog de vocês, mas nas férias eu não li nem bula de remédio. rs Prometo visitar todos no decorrer da semana. Ah, quanto às novidades que todos sempre querem saber, bem… eu estou pensando em escrever um livro e tentar entrar no mercado editorial. Mas é uma idéia embrionária ainda, que pensarei com calma. Mas que o projeto existe, isso existe!

Bem, é isso, pessoal… Beijos e abraços a todos e obrigado pelas visitas! ^^

Anúncios
Padrão

8 comentários sobre “Último Capítulo

  1. digo1989 disse:

    Lindo… muito lindo.

    Há pessoas que estão sempre indo e vindo das nossas vidas, mas algumas simplesmente não se vão…. Não enquanto voltamos para elas…. não enquanto mantemos essa certa mistura de estranha felicidade.

    “Não a única, porque a vida é muito grande e há muitas pessoas especiais com quem cruzamos caminho.”

    Isso me fez pensar muito, sabe.

    Abraços.
    Vc é sempre assim: me faz pensar. E eu adoro isso.

  2. Querido, em primeiro lugar, super feliz pela sua volta!
    Você fez falta, com certeza!
    Em segundo, voltar pra alguém, pra alguma coisa que fez e/ou faz parte de nós é sempre bacana; quando nos faz bem.
    Bjão e otima semana!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s