Ver é irreversível

Lembro-me de ter escrito do brilho dos seus olhos encantadores e enfeitiçantes. Lembro também de tê-los comparado a um farol, ou a uma estrela, talvez até ao sol. Mas hoje vejo como eu estava completamente errado. Seus olhos são é buraco negro, poço sem fundo do qual não consigo me desprender. Não sei se pela profundidade abissal ou pelos encantos escondidos nele. Só sei que é seu olhar que me suga, aflige e encanta, misturando minha necessidade de ir embora à vontade de mergulhar mais e mais em ti, dissecando cada entranha e expondo todos seus segredos mais obscuros; te conhecendo, me aproximando, tornando-me inerente a você e amando como ninguém jamais suportou te amar.

Anúncios
Padrão

12 comentários sobre “Ver é irreversível

  1. digo1989 disse:

    Creio que os olhos continuam os mesmos. Te enfeitiçando como sempre enfeitiçou. Mas talvez só agora o desespero por não poder deixá-los, te fez pensar no grau de importância que eles ainda possuem.

    Posso estar errado.
    Escrevi o que senti.
    Abraço.

  2. Eu tenho, muitas vezes, vontade de te xingar até não poder mais, vontade de inventar xingamentos que demonstrem tamanha emoção que sinto ao passear por suas sempre belas palavras. Eu não concordo com o pessoal aí em cima, para mim você já é ótimo! Se bem que é fato que a cada dia você me emociona mais, então, talvez, você esteja mesmo melhor. Esse texto é tão “eu”, você sabe bem disso, me fez muito bem essa leitura. Beijo enorme, queridão!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s